sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Agradecimentos e viva 2 012!!!

Primeiramente agradecer aquele como seu nome propriamente diz "Presente de Deus"!Nosso blogueiro mor Matheus , peça fundamental para existir O FUTURO ESTÁ AQUI!
Ela que que veio em minha busca como se muito tempo não tivesse me visto e tem sua colaboração com seus textos JUSSARA MOLINA ,nossa Sarinha!!!
Deus na sua infinita bondade estenda toda a sua luz ,graças, num ano cheio de realizações ,discernimento,ótimas tomadas de decisões, á todos que aqui estiveram dando suas opiniões,deixando o seu carinho em palavras, apenas acessando e conhecendo um pouco do FUTURO e outros tomando a atitude de serem nossos seguidores. Á todos vocês o abraço fraterno, desta equipe que possui sonhos compartilhados com vocês!
                                                     Nós somados somos constelações!!

Recadinho de Jussara Molina para FUTURO ESTÁ AQUI!


Deus obrigado pelo brilho deste ano!2 012 possamos brilhar ainda mais!
Sou feliz meu pai, pela oportunidade que tive neste blog, por ter um espaço onde por a minha voz e ser ouvida por tantos que aqui acessam e deixam seus recadinhos para mim carinhosos.
Hoje tenho algo a dizer,uns dias atras postei aqui mesmo que há tempo não via o mar de pertinho,nesta tarde de 30 de dezembro tive uma experiência formidável comprei uma cadeira adaptada para entrar no mar,logo logo irei postar sobre isso.Então pensem sempre:EU POSSO,EU CONSIGO!
Á todos o meu abraço sincero e que tenham um ano e uma vida linda GUERREIROS DA INCLUSÃO!!!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

LEIAM:A Inclusão Começa em Casa...



Autoras: Edson Luiz Defendi, Tatiana Maria Sanchez, Aline Araldi e Eliana Mariani

No processo de desenvolvimento do bebê, da criança, do adolescente, do adulto e do idoso com deficiência visual, o engajamento da família e a disposição para compreender e aprender diante dessa situação é fundamental.
Incluir significa também incluir a família e será nela, base de muitos aprendizados e vivências, que a inclusão demostrará, na prática, com toda a sua força.
O objetivo deste livro é oferecer informações que abram horizontes para que os familiares da pessoa com deficiência se reconheçam e desenvolvam um espírito presente e colaborativo.

Vamos divulgar,vale a pena:Tema igual, aula diferente


O assunto é o mesmo para todos, mas você deve buscar maneiras de torná-lo mais compreensível para quem precisa

Cinthia Rodrigues

Equipamentos necessários instalados, sala de recursos pronta, professor-assistente a postos, estudantes com diferentes desempenhos nas diversas disciplinas. A inclusão está garantida? Não. Independentemente de possuir ferramentas tecnológicas, espaço e estratégias adequados, em alguns casos é preciso adaptar principalmente a essência do que se vai buscar na escola: o conteúdo. O educador tem de refletir com antecedência sobre o tema da aula e as possíveis flexibilizações para permitir que todos aprendam. As exigências na avaliação devem ser tão diversificadas quanto a própria turma.
TUBO DE ENSAIO
 Benjamin participa da prática no laboratório e, na hora da teoria, assiste a vídeos na internet.

"É preciso abrir o leque de opções e ferramentas de ensino", diz Maria Teresa Eglér Mantoan, da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo. Ela enfatiza que incluir não significa diferenciar uma atividade para os que têm deficiência, mas aceitar e autorizar que cada um percorra seu caminho para resolver um problema, o que significa pensar em alternativas para quem tem dificuldade de percorrer a via tradicional.


Para ler esta matéria na íntegra, clique aqui 

Espacios accesibles en la comarca

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Accesibilidad para Personas Con Discapacidad

Cadeira de rodas que entra no mar chega a mais 5 cidades de SP



FONTE:www.folha.uol.com.br

A Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência fechou convênio com cidades do litoral de São Paulo para ampliar o programa Praia Acessível, de cadeiras de rodas especiais que permitem a deficientes e idosos tomarem banho de mar.
A formalização do convênio, que envolve as prefeituras de Guarujá, Iguape, Cananéia, Mongaguá, Itanhaém, São Sebastião e Ubatuba, será feita nesta quinta-feira (29).

O programa foi lançado pelo governo do Estado em fevereiro do ano passado, em Santos, Praia Grande e Ilhabela. Depois foram contempladas Guarujá, Bertioga e São Sebastião.
Ele prevê a entrega de cadeiras de rodas anfíbias que não afundam na areia e flutuam no mar --é necessário um acompanhante para auxiliar o usuário.
As cadeiras ficam em postos instalados nas praias. Para usar, o deficiente precisa apresentar documento dele e do acompanhante, e assinar um termo de responsabilidade. Monitores são responsáveis por transferir o deficiente da própria cadeira para a anfíbia e acompanhá-lo na praia.
A promessa do governo era entregar mil cadeiras até 2010, a serem distribuídas para todas as praias do Estado. O número final não foi divulgado.
Entre os critérios para a escolha das praias estão a presença de itens de acessibilidade como rampas, piso tátil, vagas específicas, banheiros acessíveis e postos de salvamento.
Modelo da cadeira de rodas anfíbia, que permite a deficientes tomarem banho de mar

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Nove competências “quentes” para 2012 na área de TI




Estudo anual da Computerworld nos Estados Unidos comprova: entre os profissionais mais requisitados pelos CIOs em 2012 estarão aqueles com um ou mais dessas nove competências:

1 - Programação e desenvolvimento de aplicações: perto de 61% das 353 grandes empresas americanas ouvidas para o estudo procuram profissionais para o desenvolvimento de sites, a atualização de sistemas internos e o suporte às necessidades de utilizadores de dispositivos móveis.
Este crescimento não surpreende John Reed, diretor executivo de recursos humanos da Half Technology. “O desenvolvimento para interfaces Web continua a ser muito forte”, conforme as empresas tentam melhorar a experiência do usuário, explica. Espera-se que haja também um grande esforço para desenvolver tecnologias de mobilidade para melhorar o acesso dos clientes através de smartphones.

2 - Gestão de projetos: cerca de 44% das organizações pretendem contratar pessoas com competências nessa área, durante os próximos 12 meses. Um ponto percentual acima no verificado para 2010.
Os grandes projetos precisam de gestores, mas também precisam de analistas de negócio capazes de identificar as necessidades dos usários e traduzi-las para os funcionários de TI encarregados de responder a essas necessidades e concluir projetos dentro do prazo. “A procura tem sido mais centrada em analistas de negócio do que em gestores de projetos”, diz Reed.
Em outras palavras, previlegiam-se aqueles capazes de concretizar os projetos em vez de quem de quem apenas os supervisiona e monitora.

3 - Help Desk e suporte técnico: nos próximos 12 meses, cerca de 35% das empresas deverá contratar recursos humanos com habilitações neste campo (menos 8% do que o previsto para 2010). Enquanto se usarem TI no local de trabalho, haverá a necessidade de ter funcionários de apoio, sejam eles internos ou por assistência remota. O help desk e suporte técnico são pontos de entrada para os profissionais de TI e cargos nos quais podem adquirir as aptidões necessárias para as funções de análise de programação ou de sistemas.
Mas os sistemas operacionais de mobilidade “têm acrescentado uma nova dimensão ao help desk e ao suporte técnico”, diz David Foote, CEO da consultoria Foote Partners.

4 - Redes: cerca de 35% (menos 3%), das empresas vai procurar recursos para gerir redes. Reed considera que os profissionais de TI com competências de gestão de rede continuarão a ter grande procura. Isso tem sido alimentado, em parte, com os projetos de virtualização e de cloud computing.
A maior demanda é por profissionais habilitados para gerir tecnologia VMware e Citrix. As certificações são importantes, mas não parecem estar definindo o mercado.

5 - Business Intelligence: perto de 23% das organizações deverá procurar profissionais competentes nesta área nos próximos 12 meses. Mais 10% do que em 2010. O pequeno aumento na procura destes profissionais indica uma mudança de enfoque nas empresas: da redução de custos, para o investimento em tecnologia capaz de fornecer dados em tempo real.

6 - Data center: a procura por profissionais com habilitações para trabalhar nos centros de dados deve baixar 3%. Apenas 18% das empresas nos Estados Unidos deve procurar recursos humanos para essas funções. Tal como as redes, as operações de data centers serão afetadas pela virtualização e as estratégias de migração para cloud computing.
Além disso, as exigências de ter dados disponíveis para obter as garantias de níveis de serviços de TI enfatizam a necessidade de ter especialistas em Disaster Recovery e Business Continuity.

7 - Web 2.0: Perto de 18% das organizações pretendem contratar pessoal com aptidões para esta área nos próximos 12 meses (em 2010 eram 17%). As competências técnicas em torno das redes sociais continuam a ser procuradas. Reed espera que a tendência se mantenha em 2012. Aptidões para .Net, AJAX e PHP serão valorizadas para o back-end, assim com as competências em HTML, XML, CSS, Flash e Javascript, entre outras, serão muito procuradas para o front-end.

8 - Segurança: apenas 17% das empresas planejam fazer contratações para responder a necessidades nesta área. Menos 15% do que o previsto para 2010. A queda pode ser surpreendente, dado ao crescimento das ameaças de segurança da informação em 2011. Mas a segurança não deixou de ser uma preocupação de nível superior para muitas organizações, especialmente entre aquelas que consideram adoptar plataformas de cloud computing.

9 - Telecomunicações: perto de 9% das empresas diz que vai contratar profissionais com competências neste campo nos próximos 12 meses, face a 17% nas previsões para 2010. A atualização de sistemas de comunicação, associada à implantação de VoIP, alimenta a demanda.

FONTE: CIO UOL 

Campanha de Propaganda: Naming - Como escolher o nome para sua empresa

Campanha de Propaganda: Naming - Como escolher o nome para sua empresa: Escolher o nome para sua empresa não é uma tarefa fácil. Por outro lado, não é esse bicho de sete cabeças que o pessoal pinta por aí. Envol...

Que tal um filminho,nestas férias ?



A Cor do Paraíso 
(Ranghe Khoda)


Este é um dos mais bonitos e emocionantes filmes dos últimos tempos. Uma produção iraniana que recebeu muitos prêmios mundo afora. A Cor do Paraíso narra a comovente história de Mohammad, um menino cego que mora numa escola para deficientes visuais e que, nas férias, volta para seu vilarejo nas montanhas, onde convive com as irmãs e sua adorada avó. O pai, que é viúvo, se prepara para casar novamente. Mohammad é um garoto muito vivo, que tem uma enorme sensibilidade. Seu jeito simples de "ver o mundo" é uma lição de vida. 
Dirigido por Majid Majidi, o mesmo do consagrado Filhos do Paraíso.


  FONTE :http://www.2001video.com.br/detalhes_produto_extra_dvd.asp?produto=7729



GêneroCinema Asiático
AtoresHossein MahjoubMohsen RamezaniSalime FeiziFarahnaz SafariElham SharifiBehzad RafiMohamad RahmaniMorteza FatemiKamal MirkarimiMasoome ZinatiZahra MizaniAhmed Aminian,
DireçãoMajid Majidi,
IdiomaPortuguês, Árabe,
LegendasPortuguês, Inglês, Espanhol,
Ano de produção1999
País de produçãoIrã,
Duração86 min.
DistribuiçãoEuropa Filmes
Região4
ÁudioDolby Digital 2.0 (Persa e Português)
VídeoWidescreen
CorColorido

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

EMPRESA ASSUMA O SEU PAPEL SOCIAL!!!!


A inclusão das pessoas com deficiência faz parte da responsabilidade social empresarial.

Buscar trazer a diferença para dentro da empresa, combatendo o preconceito e reconhecendo a igualdade essencial entre as pessoas, é uma atitude que faz parte da postura ética a ser adotada, como valor e prática nos negócios.
Em decorrência dessa postura,  programas,projetos enfim mobilizações  de valorização a diversidade estão sendo cada vez mais, introduzidos nas organizações como algo positivo de integração social .Pois ali o foco é destacar  a riqueza de talentos ,a scapacitações de cada pessoa. Atitude está não necessariamente solidária pois é de real responsabilidade no que está inserido na lei de partilha,
complementaridade e igualdade. Cada vez mais faz necessidade de criar uma realidade social inclusiva, que absorva as demandas e necessidades de todos segmentos sociais. Afinal, a vida longa dos negó-
cios está intimamente relacionada à criação de um modelo sustentável de desenvolvimento para toda a sociedade.
Incrementar a diversidade é promover a igualdade de chances!!Fica aqui todo o nosso apoio ás empresas que se somam neste país no cumprimento de sua responsabilidade social não só de oferecer emprego mas estrutura acessível em todos os níveis!!Pois no final, todos lucram.

INCAPACIDADES?E AS HABILIDADES?


"Nós não devemos deixar que as incapacidades das pessoas nos impossibilitem de reconhecer as suas habilidades." - Hallahan e Kauffman, 1994

Unifuturo - A Educação e o Futuro by Ricardo Monteiro

Roteiro Turístico e Cultural para Pessoas com Deficiência


Apresentação

Nas 320 páginas deste guia, o primeiro de abrangência nacional dedicado a pessoas com deficiência, há informações indispensáveis para esse público planejar suas viagens – a passeio ou a trabalho. No último ano, pesquisamos os avanços de acessibilidade e melhoria da infraestrutura da rede turística para atender adequadamente ao turista com deficiência. Embora, como era previsível, tenhamos encontrado muitos problemas, há ganhos inegáveis nesse sentido. Com a ajuda de repórteres especializados, identificamos o que existe de melhor em turismo adaptado em dez grandes capitais brasileiras que estão entre os destinos mais procurados por brasileiros e estrangeiros. Com informação objetiva e prática de consultar – e já escrito com as regras da nova ortografia da Língua Portuguesa – o Guia presta um serviço indispensável ao turista e à rede turística, valorizando os bons exemplos e demonstrando o grande potencial de ocupação que esse público representa. Esta versão eletrônica do Guia Brasil Para Todos, foi desenvolvida de acordo com padrões de acessibilidade para leitura com softwares dedicados a pessoas cegas e com baixa visão.
Sobre o Guia
• 10 capitais brasileiras;
• 139 passeios acessíveis;
• 106 restaurantes;
• 92 hotéis adaptados;
• 377 dicas para viajantes.

FONTE:   http://www.brasilparatodos.com.br/

Um bom começo para quem queira usufruir de turismo acessível.Nossas cidades precisam muito mais tornarem acessíveis, para que o social não restrinja apenas aos shoppings.


domingo, 25 de dezembro de 2011

Revista Sentidos - Menino de 11 anos "fala" pela primeira vez com a ajuda de um programa de computador - A inclusão da pessoa com deficiência

Revista Sentidos - Menino de 11 anos "fala" pela primeira vez com a ajuda de um programa de computador - A inclusão da pessoa com deficiência

sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz Natal




Lembre-se, se o Natal não é achado em seu coração, você não o achará debaixo da árvore. 
Charlotte Carpenter


[Fonte do texto: http://www.bilibio.com.br/datas.natal.php]

A lIGA- programa da Band-terça 22h:15



O Programa

Para contar uma história sob a perspectiva de quem a vive só há um jeito, ir ao encontro dela. Comum seria não interferir e normal, nada sentir, não vivenciar. Mas não é isso que querem os apresentadores do programa. Eles tocam na realidade, olham de perto. Ao Participarem de um mundo do qual nunca fizeram parte, a indiferença vai embora. A cada passo, o envolvimento do repórter - assim como a do telespectador - aumenta. Entram em cena a surpresa, a indignação, a reflexão e a opinião.
fonte:band.com.br 

A Liga - Deficientes (completo)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Estudante com paralisia cerebral é o 1º em MG a conseguir tirar a CNH 'Ele é muito esforçado e não foi surpresa', diz delegada de Trânsito. Avaliação médica e psicológica é feita em Belo Horizonte.



Quatro meses e muita força de vontade. Foi assim que o estudante de engenharia civil em Uberlândia, Lucas Samuel Réus Araújo, que tem paralisia cerebral, conseguiu ser o primeiro no estado de Minas Gerais a tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) pelo Departamento de Trânsito do estado.
O documento foi entregue nesta sexta-feira (16) ao jovem na Delegacia de Trânsito de Uberlândia. “Eu jamais vi uma família que se dedicasse tanto ao filho como a família de Lucas. Ele é muito esforçado e determinado e não foi surpresa para mim ele conseguir isso, pois poucas pessoas têm tanta vontade de vencer como ele,” disse a delegada de Trânsito Ravênia Márcia de Oliveira Leite.
Os testes de rua e legislação foram feitos em uma autoescola em Uberlândia. Já o exame psicotécnico, que inclui avaliação médica e psicológica para portadores de deficiência, só pode ser feito em Belo Horizonte. Ao todo, foram 45 aulas teóricas, onde Lucas atingiu 27 pontos e 57 horas aulas de direção, 27 a mais do que é recomendado. Além disso, o veículo da instituição é adaptado com peças e acessórios especiais para o tipo de deficiência que o estudante tem.
O veículo tem adaptações obrigatórias como manopla de direção, direção hidráulica, embreagem e freio na mão ou automático. De acordo com a delegada, existe na cidade a procura pelo exame, mas não é grande e os equipamentos são caros, por isso é analisada a possibilidade de realizarem os exames psicotécnicos com simulador na cidade.
fonte: G1

sábado, 17 de dezembro de 2011

10 coisas que uma criança com Sindrome de Asperger gostaria que você sou...

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Como os cegos usam a Internet?


por Elisa Menezes
Com a ajuda de um programa que lê em voz alta cada palavra escrita numa página de internet. Como não pode ver o cursor do mouse, o deficiente visualnavega pelos links das páginas usando apenas o teclado - apertando a tecla Tab ou a seta para baixo. Os primeiros programas do tipo surgiram na década de 1980. Entre as dezenas de opções hoje em dia, o mais popular é o Jaws. "É o que permite maior acessibilidade. Com ele você pode usar todo o sistema Windows", diz Marco Antonio de Queiroz, deficiente visual e autor do site Bengala Legal (www.bengalalegal.com). O problema é que a versão original do Jaws tem um preço salgado: 1 000 dólares! Para quem não possui essa grana toda, outra opção é usar um programa gratuito, o DOSVox, desenvolvido pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1993. Apesar de contarem com softwares específicos, os deficientes visuais sofrem com muitos sites que não adotam os padrões internacionais de acessibilidade. E, temos que confessar, o próprio siteda ME ainda precisa melhorar muito nesse aspecto... :-(
Navegar é precisoSites têm armadilhas, mas soluções simples podem torná-los acessíveis aos deficientes visuais
Atalho importante
O programa leitor rastreia a tela da esquerda para a direita, de cima para baixo. Para quem vê, é fácil entrar numa página e ir direto para a notícia que quer ler. Já os cegos muitas vezes têm que ouvir primeiro todos os links de menu da página, uma chatice. Um link no alto da página escrito "Ir para o conteúdo principal" resolveria o problema
Eu, robô?
Sabe as páginas que pedem que você identifique os números e as letras de um quadro? Isso serve para bloquear o uso de programas-robôs, só que bloqueia também a navegação dos cegos, pois o quadro é uma imagem. A solução seria usar como filtro perguntas rotativas simples, como "Quantos dias tem uma semana?"
Texto escondido
Uma armadilha comum são subitens do menu principal que só podem ser vistos quando você passa o mouse em cima deles. Quem usa o teclado, como os deficientes visuais, não faz nem idéia de que esses subitens existem, pois eles não são rastreados pelo programa leitor
Animação demais
Sites que usam muito Flash, ou seja, recursos de animação, também são de difícil acesso. Primeiro, porque os arquivos de Flash não costumam ter indexadores que identifiquem seu conteúdo para o programa leitor. Segundo, porque exigem a navegação com o mouse, e não com o teclado
Senha bloqueada
Algumas páginas exigem senhas que só podem ser escritas com o mouse. Apesar de um pouco polêmica pela questão da segurança, uma opção mais acessível seria um teclado virtual que pudesse ser acionado sem o mouse. Alguns bancos já estão testando isso

fonte;superinteressante

Amar-se para ser amado!Ama-se a si depois o mundo!


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Recuperação de deficiência é mais rápida com esporte, diz estudo


Especialistas afirmam que fisioterapia pode ser cansativa e que atividades esportivas fazem movimento ser mais natural.


De tempos em tempos, surgem no Jornal Nacional casos muito surpreendentes de gente que teve a vida completamente modificada pelo esporte. O repórter Renato Peters vai mostrar
exemplos em que essa transformação foi ainda mais profunda.
Tanta concentração tem recompensa. A bocha é excelente para quem tem alguma deficiência. A estudante Rebeca Santos já sentiu a diferença. “Mudou muito a minha coordenação motora”.
Sem contar os sorrisos que vem junto com a vitória. "É uma grande alegria estar competindo. E com medalha é melhor ainda”, diz Rebeca.
Na Associação de Assistência à Criança Deficiente (ACD), em São Paulo, todo dia tem gente praticando algum esporte. Em Brasília, a Rede Sara Kubitscheck é referência na reabilitação de pessoas com deficiência. Pesquisas mostram que a recuperação é mais rápida com uso do esporte.
“Ficar treinando com uma fisioterapia maçante é muito cansativo. Se a pessoa vai remar no lago, esse movimento se torna natural, reforça muito mais a musculatura e a pessoa faz com mais prazer”, afirma a neurocientista Lucia Willadino Braga.
Suzana, que sofreu um acidente de moto, joga basquete. “Você até esquece que está em uma cadeira, porque ela te dá liberdade total”, conta a paciente Suzana Vieira Castro.
O que está em jogo não é ganhar um jogo. O esporte faz parte do tratamento, ajuda na reabilitação, mas não tem como impedir que o espírito competitivo de qualquer ser humano seja aguçado.
Na ACD, em São Paulo, a estudante Mônica Guimarães entra bem devagar na piscina por causa dos movimentos limitados das pernas. Mas dentro d’água, está cada vez mais rápida. E de paciente, passou a ser nadadora. “Isso deixa toda a nossa família muito contente”, conta Maria Isabel Guimarães, mãe de Mônica.
“A natação foi onde eu me encontrei, onde eu encontrei amigos. Minha independência é na água”, afirma Mônica.
 
FONTES: G1.COM

Verônica Stasiak - Fibrose Cística - parte 3

Um sonho, dois anos e muitas histórias!

Obrigada por tudo, Amigos!

É de São Miguel do Iguaçu a mais nova referência de educação inclusiva no Brasil



Fontes: http://www.jornalofarol.com.br/ver-noticia.asp?codigo=13860

 clique para ampliar
Projeto de educação inclusiva desenvolvido em São Miguel do Iguaçu vence concurso nacional patrocinado pelo Ministério da Educação

O projeto Bater das Asas, criado pela professora Lúcia Dartora Turri, 25 anos de dedicação ao magistério e desenvolvido na Escola Municipal Serafim Machado de Souza, é o vencedor do Concurso Nacional Professores do Brasil em sua 5ª edição.

A professora Lúcia(Tata) Dartora Turri num dos momentos de interação com os alunos do 4° ano
Criado pelo Ministério da Educação, o concurso deste ano contou com a participação de mais de mil projetos inscritos. Sendo que entre os finalistas, 40 deles são de municípios da região sul.

A notícia foi ratificada pelo Ministério da Educação que está confirmando a solenidade de premiação para o próximo dia 14, com a presença da presidenta Dilma Russeff e o Ministro da Educação, Fernando Haddad.

O Projeto Bater das Asas
Segundo sua autora, professora Lúcia Dartora Turri o projeto surgiu quando ela própria se deparou com a situação de receber um aluno com PC (Paralisia Cerebral) que passou a freqüentar a sua turma do 4° ano.

Hoje o projeto beneficia mais 7 alunos entre 7 e 12 anos que freqüentam as varias séries da escola e são portadores de deficiências diversas, fazendo de São Miguel do Iguaçu referência em educação inclusiva.

Segundo a professora que deve apresentar o projeto para especialistas – “o objetivo é clarear o sentido da inclusão, com inovações compreensíveis na prática educacional, destacando os questionamentos dos educadores quando deparados com a inclusão em sala de aula, pois toda teoria acadêmica de ensinar alunos com déficit de toda ordem deixam os educadores pequenos diante de uma realidade desconhecida”.
O prefeito Armando Polita traduziu a conquista afirmando: “só temos a comemorar e reconhecer o profissionalismo da professora Lucia e equipe pedagógica da Escola Serafim machado. Estamos muito felizes juntamente com todo o projeto de educação do município . É muito gratificante para  todos  de São Miguel do Iguaçu”.
 A notícia foi muito comemorada na Escola Serafim Machado de Souza. Tanto pela diretora Loerita Ronssone Piaia, quanto pela equipe pedagógica, pais e alunos. (Assessoria)

RPCTV reportagem:: http://g1.globo.com/videos/parana/t/todos-os-videos/v/escola-de-sao-miguel-do-iguacu-recebe-premio-professores-do-brasil/1729571/ 

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Uma mãe muito especial.



Deus passeando sobre a Terra, seleciona seus instrumentos para a preservação da espécie humana com grande cuidado e deliberação.
A medida em que vai observando, Ele manda os seus anjos fazerem anotações em um bloco gigante.
- Elizabete Souza. . .vai ter um menino. Santo protetor da mãe: São Mateus. Mariana Ribeiro... menina. Santa protetora da mãe: Santa Cecília. Claudia Antunes. . .esta terá gêmeos. Santo protetor... mande São Geraldo protegê-la.
Ele esta acostumado com quantidade.
Finalmente Deus dita um nome a um dos anjos, sorri e diz: - Para esta, mande uma criança excepcional.
O anjo cheio de curiosidade pergunta:
- Porque justamente ela Senhor'? Ela é tão feliz.
- Exatamente, responde Deus, sorrindo. Eu poderia confiar uma criança deficiente a uma mãe que não conhecesse o riso? Isto seria cruel!
- Mas será que ela terá paciência suficiente?
- Eu não quero que ela tenha paciência demais, senão ela vai acabar se afogando num mar de desespero e auto-compaixão. Quando o choque e a tristeza passarem, ela controlará a situação. Eu a estava observando hoje,ela tem um conhecimento de si mesma e um senso de independência, que são raros, e ao mesmo tempo, tão necessários para uma mãe. Veja a criança que vou confiar a ela, tem todo o seu mundo próprio. Ela tem que trazer esta criança para o mundo real e isto não vai ser nada fácil.
- Mas Senhor, eu acho que ela nem acredita em Deus!
Deus sorri.
- Isto não importa, dá-se um jeito. Esta mãe é perfeita. Ela tem a dose exata de egoísmo de que vai precisar.
O anjo engasga.
- Egoísmo? Isto é uma virtude?
Deus balança a cabeça afirmativamente.
Se ela não for capaz de se separar da criança de vez em quando, ela não vai sobreviver. Sim, aqui está a mulher a quem eu vou abençoar com uma criança menos "perfeita" do que as outras. Ela ainda não tem consciência disto, mas ela será invejada. Ela nunca vai considerar banal qualquer palavra pronunciada por seu filho. Por mais simples que seja um balbucio dessa criança, ela o receberá como um grande presente. Nenhuma conquista da criança será vista por ela como corriqueira.
Quando a criança disser "MAMÃE" pela primeira vez esta mulher será testemunha de um milagre e saberá recebê-lo.
Quando ela mostrar uma árvore ou um pôr-do-sol ao seu filho e tentar ensiná-lo a repetir as palavras "árvore" e "sol", ela será capaz de enxergar minhas criações como poucas pessoas são capazes de vê-Ias.
Eu vou permitir que ela veja claramente as coisas que Eu vejo:

ignorância,

crueldade

e preconceito.

Então vou fazer com que ela seja mais forte do que tudo isso.
Ela nunca estará sozinha.
Eu estarei a seu lado a cada minuto de cada dia de sua vida, porque ela estará fazendo meu trabalho e estará aqui ao meu lado.
E qual será o santo protetor desta mãe? Pergunta o anjo, com caneta na mão.
Deus novamente sorri.
Nenhum! Basta que ela se olhe num espelho.

Autor desconhecido.

***

AUTISMO - CONSCIENTIZAÇÃO - VIDEO DA TURMA DA MÔNICA

]^}h

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

SOMOS O QUE PENSAMOS!

Cuidemos então do que pensamos!!!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Ensine as crianças a BE HAPPY


Não param de crescer desde o berço em sua mente e coração e gratificante pensamentos positivos estão diretamente relacionados com otimismo e alegria da vida: a bondade, bom caráter, tenacidade e trabalho duro, senso de humor, gentileza, generosidade e desejo de fazer o bem. Ao mesmo tempo, ensinar seu filho a lutar contra os inimigos de felicidade e alegria, como a preguiça, medo, desordem, inveja, ciúme, frustração, ódio, violência, vingança e falta educação e boas maneiras, que mais cedo ou mais tarde, conseguem transformar a pessoa simpática e educada em um assunto perigoso, repulsivo e tóxico. Lembre-se, não muito mais difícil de guiar um ser humano no caminho do bem e da felicidade, de viver e ensinar e avaliar o lado mais maravilhosa da vida, a inclinar-se lado mais deplorável, escuro e miserável.

Lotes de amor e luz- Rosa Arauz

QUE ES SER DISCAPACITADO Y SU ACCESIBILIDAD AL MUNDO COTIDIANO

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Individualismo competente?Boas relações afetivas?Crescimento coletivo!

Lindas mensagens não?São inúmeras que a mídia nos trazem prontas,elaboradas mas na verdade será que a vivemos?Sentir e viver caminham juntas!VIVAMOS ENTÃO!

Acessibilidade

Inglesa faz operação para aumentar pernas e parar de sofrer bullying


Sanika sofre de doença que impede o crescimento de pernas e braços.
Com 1,34m ela fez cirurgia para aumentar quase 9 cm nas pernas.



Desde criança, Sanika Hussain tenta desesperadamente proteger seus 1,34m de altura do bullying nas brincadeiras infantis. Apelidos como “Mini me” e “Freak” doíam tanto quanto a fuga dos golpes dos seus agressores, ela diz, em entrevista ao tabloide inglês “The Sun”.

Em novembro do ano passado, Sanika, que sofre de hipocondroplasia, um tipo de nanismo, resolveu tentar dar um basta na situação. Ela se submeteu a uma cirurgia para adicionar quase 9 cm à sua altura., passando a 1,43m.

A drástica e dolorosa cirurgia envolveu ter as duas pernas quebradas e os ossos separados usando uma série de pinos. Novos ossos crescerão, preenchendo o espaço e provocando um aumento na estatura.
A inglesa Sanika Hussain, que sofre de hipocondroplasia, um tipo de nanismo, e levará dois anos para voltar a andar (Foto: Reprodução)A inglesa Sanika Hussain, que sofre de hipocondroplasia, um tipo de nanismo, e levará dois anos para voltar a andar (Foto: Reprodução)


Embora Sanika viva em constante dor e ainda tenha pela frente um período de dois anos de recuperação até que possa andar novamente, ela afirma que é melhor que a tortura diária de apelidos e violência.

“Desde que me lembro, eu venho sendo chamada por apelidos horríveis como ‘anã’, ‘freak’ e ‘curta’”, disse ao “Sun”. A inglesa de 21 anos, de Bradford, diz que quando pequena fingiu várias vezes estar doente para não ter que ir à escola e enfrentar o bullying dos colegas.

“Agora estou sofrendo com a dor da operação – anestésicos para aliviar a dor interferem no desenvolvimento dos ossos, por isso não posso tomar muitos”, diz. “Mas vai valer a pena se, quando isso tudo acabar, eu for aceita e não tiver mais que ouvir xingamentos.”

‘Life’s Too Short’

Nâo surpreende que Sanika não seja exatamente uma fã da série de comédia “Life’s Too Short”, em que o humorista Ricky Gervais e o ator anão Warwick Davis fazem piadas sobre anões.

“Muitas pessoas podem achar que isso tudo é uma grande piada, mas elas não passaram pelo que eu passei”, diz.
A doença de Sanika afeta a conversão de cartilagem em ossos, o que resulta em braços e pernas curtos.

Ao completar 18 anos, ela começou a pesquisar sobre cirurgia para aumentar o tamanho das pernas. “Eu procurei meu médico e expliquei quão horrível minha vida tinha se tornado. Eu estava no meu limite”, conta a inglesa, que disse nunca ter tido namorado ou mesmo beijado alguém.

Ela então foi encaminhada a um especialista e eles concordaram em fazer o procedimento, que custou 3 mil (cerca de R$ 8,4 mil), levando em conta a situação da paciente.

Antes da cirurgia, Sanika teve um longo acompanhamento psicológico para se preparar para o período de recuperação. Após a operação, ela passou semanas deitada e usa muletas para se deslocar 24 horas por dia. A previsão é de que leve ao menos 12 meses para que o novo osso fique firme e ela possa tentar dar os primeiros passos.

Fontes: G1